terça-feira, 24 de novembro de 2009

A Verdadeira Aventura

Este fim-de-semana foi de passeio.
Na 6ª feira arrancamos em direcção ao desconhecido, pelo menos para nós, em direcção a Cáceres, Espanha.
A viagem estava a correr lindamente, o GPS nunca nos enganou e nós lá conseguimos chegar a Cáceres. Mas, nesta altura, o Maridão decidiu seguir as setas que havia nas ruas da cidade com o nome do hotel, e deixou de “ouvir” o GPS.
Este foi o 1º erro. Confiem no GPS, e oiçam as vossas mulheres, como diz a minha Sogra: “As mulheres têm sempre razão!”, ela tem razão, ele devia ter-me ouvido, mas não ouviu e lá estamos nós numa grande aventura.
Lá fomos seguindo as setas, seguindo as setas, e o raio das setas desaparecem e nós, neste momento, estávamos dentro das muralhas do castelo de Cáceres. Imaginem o Castelo de São Jorge, imaginem as ruas de Alcântara, assim estávamos nós.
Ruas estreitas, sem indicações de nada. Não sabíamos para onde ir. Tínhamos uma rua muito estreita à nossa frente, um carro atrás de nós, e pensámos “é para a frente, devem passar carros nesta rua”.
Este foi o 2º erro. O carro não passava, ou antes, ele passava mas só subindo degraus.
Sim, leram bem, o maridão conseguiu enfiar o nosso lindo e novo, carro nuns degraus.
Depois de muitos nervos, depois de uma grande e preciosa ajuda de uns Espanhóis Maravilhosos lá desviamos o carro, à força de braços, para o lado, para fora das escadas e conseguimos tirar o carro das escadas. Um dos espanhóis ainda nos foi levar de carro, ele no dele e nós atrás, até ao hotel.
Digo-vos, se não fossem aquelas pessoas maravilhosas, eu acho que o carro só saía de lá de grua e reboque.
O carro lá saiu, quase inteiro, com umas pequenas mossas, mas a andar perfeitamente e em segurança.
E fomos beber uma canha no bar do hotel para desanuviar um pouco.
Amanhã conto o resto do fim-de-semana.


2 comentários:

a Trofa tem cozinheira disse...

que espectaculo!!! grandes aventuras!!! conta o resto sim senhor q queremos saber!!! beijokas

Mami disse...

eu faço ideia as gargalhadas que tu deste...
conta mais...

beijos