terça-feira, 13 de outubro de 2009

Serviço de Urgência - ER

Acabei de ver o último episódio desta série maravilhosa.
Já vejo esta série há tantos anos que já lhes perdi a conta. Eu e o meu mano costumávamos gravar em VHS, porque dava muito tarde, e depois viamos ao fim-de-semana.
Agora ainda a gravo mas em DVD, no caso de não estar em casa, não perco pitada.
Mas hoje acabou, já não gravam mais episódios. É pena. Uma grande série.
Fica a recordação e os DVD's.

2 comentários:

Abelha Maia disse...

Tb vi e fiquei a pensar se era mesmo o ultimo...tb adoro ver.
Espero que estejas bem.
bjsss

Iolanda disse...

Amiga, pensei que por aqui fosse mais fácil...e não é, mas pessoalmente não consigo fazer as palavras saírem. Estas coisas do último são sempre complicadas para mim. Infelizmente, ou felizmente a minha vida é feita disso. Últimos transformados em únicos. É óbvio que leio o teu blog sempre com atenção, e até tento deixar uma posta de pescada...mas ultimamente ou unicamente não tenho sido capaz de o fazer e então AGORA estou a combater essa barreira. São pequenos gestos como estes que nos ajudam a ultrapassar os bichinhos estúpidos que nos levam à inércia da vida. Para já sinto a "Obra" como a última e posteriormente será mais uma única da minha vida. A relação que tenho contigo é também única porque somos todos únicos, as saudades que vou ter tuas quando fores para Bombel vão ficar...infelizmente esses sentimentos não são últimos nem únicos...só quero que tenhas muita força para as mudanças na tua vida, assim como espero tb as ter para a minha! Vêm aí mudanças para ambas. Nós não somos só colegas de trabalho. Ainda outro dia me pus a pensar como temos um percurso tão parecido e pessoas tão parecidas à nossa volta (deve ser o maravilhoso ano de 79 :)) e a diferença é que tu tens conseguido sempre superar os teus obstáculos e com isso resultados bem positivos. Tenho que deixar de ter as emoções tão à pele e começar a interiorizar que sou um tronco! LOLOL. Se estivesse ao pé de ti já estavas a ver a lagriminha no canto do olho e ia ser difícil para as duas. Ias ver as lagriminhas que têm saído pela tua perda, pela minha perda e pela nossa perda.
E agora chega! Só te quero agradecer por teres entrado na minha vida e por me teres feito ver as coisas como elas são, sem flores nem arco-iris, com muita AMIZADE! Gosto de ti, porra! Que sejas sempre feliz com o teu mega maridão fantástico, os teus gatos fabulosos, a tua família linda e com um par de gémeos (não aqueles que fizeste esforçar ontem à noite) bem lindos parecidos contigo e com o teu moço! O ano de 2010 que se avizinha vai ser o nosso ano! Eu na Sociedade Anónima e tu em Bombel, mas penso que dentro do coração uma da outra!

Beijocas Patty!